Notícias

Portador de HIV que usa coquetel quase não transmite o vírus - 17/05/2011

Estudo mostra que risco de infectar parceiro cai 96% para quem se trata.
O uso de remédios ANTIRRETROVIRAIS pode diminuir em até 96% o risco de um portador do HIV transmitir o vírus, indica pesquisa do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA. O trabalho acompanhou 1.763 casais sorodiscordantes - como são chamados aqueles em que uma pessoa tem HIV e a outra, não.
Os casais foram divididos em dois grupos: um deles recebeu ANTIRRETROVIRAIS e outro, não. Entre os que tomaram o medicamento, apenas uma pessoa que antes do trabalho não tinha o vírus terminou o estudo contaminada pelo parceiro. No outro grupo, 27 contraíram o HIV.
O ensaio clínico, realizado em 13 centros de saúde do mundo, incluindo a Fiocruz, começou em abril de 2005 e tinha previsão de término para 2015. No entanto, a pesquisa apontou redução tão significativa de transmissão sexual do HIV entre os casais sorodiscordantes que os resultados foram liberados antes.
"Esta descoberta trará grandes mudanças e impulsionará a revolução da prevenção. Os medicamentos para HIV passaram a ser uma nova e prioritária opção de prevenção", destaca Michel Sidibé, diretor-executivo do Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS da (Unaids). "Agora precisamos garantir que os casais tenham a opção de poder escolher a prevenção com tratamento e que possam acessá-la. Pessoas vivendo com HIV podem com dignidade e confiança tomar medidas adicionais para proteger seus entes queridos contra o HIV".


Fonte: O Dia