Notícias

Magic Johnson diz que ajudou a salvar vidas ao anunciar HIV - 08/11/2011

Completou ontem 20 anos o anúncio feito pelo então jogador de basquete americano Magic Johnson de que estava infectado com o vírus HIV. Johnson tinha 32 anos.

Em uma entrevista recente ao jornal francês "L'Équipe", ele disse que trabalhar é a única coisa que ama na vida.

Ao recordar o anúncio que fez 20 anos atrás, o ex-jogador afirmou que aquele foi um momento difícil mas também "magnífico", porque lhe deu a oportunidade de educar as pessoas a respeito do vírus e da doença.

Johnson disse acreditar que ajudou a salvar vidas.

Na época, ele afirmou que esperava viver muito tempo, um desejo que vem se cumprindo e ajudando a inspirar milhares de pessoas. O anúncio foi feito em uma entrevista coletiva, na qual o jogador afirmou que o vírus era mais um desafio em sua vida. "A vida continua e voltarei a ser um homem feliz", disse, na ocasião. Ganhador de cinco títulos da NBA e nomeado três vezes como o melhor jogador do campeonato, Earvin "Magic" Jonhson deixou o basquete naquele mesmo ano.

Ele ainda retomou a carreira em 1992, quando participou da Olimpíada de Barcelona, mas logo voltou a se retirar das quadras. Em 1991, Johnson decidiu tornar sua infecção pública para desmistificar a doença, um tabu na época. No mesmo ano, criou a Magic Johnson Foundation, uma ONG que dá apoio a pacientes com Aids.

O jogador também foi nomeado membro da Comissão Nacional contra a Aids dos EUA, e a OMS (Organização Mundial da Saúde) afirmou que Johnson era um exemplo para que os infectados com o HIV soubessem que poderiam ter uma vida normal. A princípio, o jogador não disse como havia contraído o vírus, mas depois afirmou que o contágio se deu por causa de sua "promiscuidade sexual".

"Às vezes as pessoas não dão importância a notícias como essa e pensam que nunca vai acontecer com eles. Acreditam que isso só ocorre com homossexuais", disse, na época. "Pode acontecer com qualquer um. Todos devem tomar cuidado." Entre 1993 e 1995 o ex-jogador viajou pelo mundo fazendo palestras para jovens sobre a Aids.

Em 1996, voltou a jogar com seu time, Los Angeles Lakers, mas três meses depois anunciou sua aposentadoria definitiva. Hoje, Johnson é um empresário, dono de mais de 125 cafés, uma dúzia de cinemas, uma rede de restaurantes e academias de ginástica nos Estados Unidos.

 

Fonte: Folha.com